Pages

Rádio Caminho da vitória

domingo, 12 de janeiro de 2014

Mestre, quem pecou?

Bispo Márcio Silva
Uma das coisas que mais ocupam o nosso coração, quando as tragédias e os problemas nos atingem, é a procura de um culpado. Entramos naquela crise de entender o porque? Porque. Onde foi que eu errei? Será que eu estou sofrendo as conseqüências de algo que eu fiz lá traz?
 Algumas religiões ate tentam explicar, que o sofrimento do presente é algo que vai aperfeiçoar o meu presente para que eu me torne alguém melhor lá na frente. Alguns ainda acreditam, que é resultado do meu próprio pecado ou do pecado de alguém da minha família que foi cometido lá traz. Esta pergunta não é nova este questionamento na alma do homem não é algo que nasceu neste século ou até mesmo nos séculos atrás.  Esta preocupação sempre esteve presente e nos encontramos esta dúvida pairando nos corações dos próprios discípulos de Jesus. No livro de João Capitulo 9 no qual fala de um encontro de Jesus com um homem que era cego de nascença. Logo que tiveram um encontro com este homem, os discípulos perguntaram a Jesus. Mestre, quem pecou. Quem é o culpado deste moço esta assim? Ele ou seus pais? Será que conseguimos encontrar um culpado da situação que ele esta enfrentando de privação e de sofrimento.
No texto diz: Caminhando Jesus, viu um homem cego de nascença. E seus discípulos perguntaram: Mestre, quem pecou, este ou seus pais, para que nascesse cego? Respondeu Jesus: Nem ele pecou, nem seus pais; mas foi para que se manifestem nele as obras de Deus.
É interessante como Jesus vai de encontro aos dilemas da vida Humana. Eu sempre me encontro fascinado ao ler a palavra de Deus, por descobrir a maneira tão profunda de como Deus trata das questões que tratam da nossa vida e das nossas crises de nossas dúvidas. Este homem que não temos o seu nome registrado nesta passagem, mais apenas que ele havia nascido cego. Alguma coisa que nos não sabemos se foi uma mau formação genética, algum problema ocorreu com aquele homem. Mas o detalhe é que esse homem nasceu cego. A pergunta dos discípulos talvez seja a sua pergunta hoje.
Porque é que eu estou passando isto?
Porque que eu estou enfrentando esta crise dentro de casa?
Porque que eu estou enfrentando estas lutas com meus familiares.

Pergunto quem errou? Tem muitas pessoas que começam a subir a montanha do martilho dizendo; Talvez a culpa foi minha. Eu deixei de fazer aquilo que deveria ter feito, eu não corrigi quando deveria ter corrigido. Eu não punir quando deveria ter punido. E entramos naquele jogo de como encontrar o culpado. Jesus dá uma resposta muito direta as crises que ocorrem que envolvem a vida de qualquer pessoa. Primeira coisa que eu quero que você entenda. A vida e feita de adversidades, a democracia dos problemas atingem a todos nos. O fato de você viver uma vida regrada a Deus não é uma isenção de que você não enfrente aos problemas do dia a dia. Conheço muitas pessoas que andam com Deus desde a sua infância, caminham na presença de Deus andam com retidão com Jesus, e de repente recebem um diagnostico que esta com um câncer estar com uma doença fatal. Prontamente talvez sejamos inclinados a procurar um culpado, será que estou sendo punido por Deus. Deus não é assim, Deus não nos trata segundo os nossos pecados e nem nos retribuí segunda a sua justiça. A verdade é que o próprio Senhor Jesus afirma que no mundo todos nós teríamos aflições. Quero dizer que os problemas fazem parte da vida. Mais olha a forma de como Jesus ajusta a ótica dos discípulos diante de um problema. O segredo é como eu olho para os problemas que eu estou enfrentando. Se eu começo a buscar encontrar um culpado então eu começo a viver uma vida de angústia, uma vida de dor e de sofrimento. Mas se eu olho para o problema enxergando nele a possibilidade de Deus agir e realizar o milagre, então o meu coração muda e a expectativa brota na minha alma. É por isto que Jesus diz aos seus discípulos não foi nem ele que pecou muito menos os seus pais. Mais foi para que nele se manifeste a Glória de Deus. Talvez seja esta a realidade da sua vida hoje. Pare de ficar procurando um culpado, pare de ficar martirizando-se, ou crucificando alguém pelo o problema que você esta atravessando. Aprenda com o Senhor Jesus, olhe para este problema sobre a ótica da palavra e entenda. Quem sabe o que você está enfrentando é que se manifeste o poder e a glória de Deus em sua vida e da sua família. Hoje o Senhor Jesus chama a sua atenção sobre este problema que você esta enfrentando na sua vida. Pare de procurar culpados, pare de ficar se alto se condenado, olhe para Deus, olhe para a palavra e para a pessoa do Senhor Jesus com esperança, quem sabe em meio a tudo isto a gloria de Deus não vai ser revelada na sua vida, e você vai ver o quanto ele é poderoso.
Deus vos abençoe.

Bispo Márcio Silva.

Comente ou Compartilhe isto.

Comentar Pelo Facebook

Se não carregar, atualize a página

0 comentários:

Postar um comentário